Archive for the 'Ciência&Tecnologia' Category

Teste de Criatividade – portfolio my ass.

Está cientificamente provado que eu sou criativo as pampas. Ok, talvez não seja tão científico assim, mas é dito que este curioso teste prova se você é mais voltado para as faculdades racionais (contas, matemática, organização etc) ou emocionais (criatividade, artes, música etc) do seu cérebro.

Em teoria, se você vê a bailarina rodando no sentido horário (<<), o lado direito do seu cérebro é dominante, o que te faria uma pessoa fundamentalmente “emocional”. Caso a boneca rode no sentido anti-horário (>>), você é regido pelo lado esquerdo, sendo assim alguém mais “racional”.

A parte mais legal é que é possível mudar o sentido do movimento da bailarina! Basta se esforçar e pensar em coisas que ativem o lado “submisso” do seu cérebro. Algo como fazer contas mais complexas para quem vê a mulher girando para lá << ou tentar criar um desenho só com a mente, para quem percebe o movimento para o outro lado >>. Segue um vídeo explicando o efeito.

Vi a boneca girando no sentido horário, o que significa que eu sou criativo. Vou passar a me apresentar assim nas entrevistas de estágio.

ps: Pra roubar no jogo tente ficar olhando o canto superior direito da sua tela, deixando a boneca só com a sua visão periférica. Sempre que eu faço isso, ela passa a rodar no sentido anti-horário.

Display 3D Tátil de Ultrasom – quem disse que a web era intangível?

O laboratório Shinoda, da Universidade de Tóquio, colocou na web o vídeo demonstrativo de uma tecnologia que certamente vai fazer a alegria dos tarados usuários da internet. O Display 3D Tátil de Ultrasom usa um fenômeno de ondas de ultrasom não lineares chamado “pressão de radiação acústica” pra fazer um campo tátil em 3D. Isso aí, um campo tátil. Difícil? Veja o vídeo.

Além das utilizações óbvias para a implementação de novas modalidades de sexo virtual, essa tecnologia poderia ser usada para outras coisas interessantes, como a criação de campos de força e a construção da primeira Enterprise.

Mas, pra falar a verdade, eu só espero que isso não seja facilmente hackeável. Poderemos ter sérios problemas de assassinato via e-mail.

- Vi no Gizmodo

Computação nas Nuvens – se der despejo de memória física, será que chove?

O novo termo preferido dos magos da Internet é a chamada computação em nuvem, ou cloud computing. Basicamente, o que é dito é que os avanços tecnológicos em transmissão de dados e equipamentos de acesso a net estão nos levando para uma era onde os computadores, estas pesadas caixas metálicas com HDs e drives de DVD, serão substituidos por pequenas caixinhas charmosas que acessarão a Internet em alta velocidade e só. Já que todas as informações do usuário poderão ser guardados em HDs digitais, é só uma questão de tempo até que a propria noção de computador mude de “meu centro de processamento e armazenamento de dados” a algo tipo “minha janelinha para a terra mágica de dados do mundo todo”.

O usuário poderá entrar no seu “computador” (a entidade digital que guarda seus dados) de qualquer ponto de acesso, seja este um celular, um palm top, um videogame ou qualquer eletrônico ligado na net. Ok, até ai está tudo certo.

A questão é: para nós, parte da geração internet, isso é mesmo tão surpreendente assim? Quer dizer, já gerenciamos blogs de qualquer lugar, recebemos mensagens do Twitter no celular e checamos nossas agendas do Google pelo browser do Wii. Ok, talvez só eu. Mas ainda assim, o avanço, ao meu ver, não é mais do que natural. E a computação em nuvem ainda pode dar muita dor de cabeça no que diz respeito a segurança da informação, portanto, não se desfaça do seu HD externo por enquanto.

O conceito de computação em nuvem é bem bacana, o único problema é encará-lo como se ele já não estivesse acontecendo. Mas uma coisa é certa. A próxima vez que alguém me perguntar por que o céu é azul, respondo na lata: tela de erro do Windows.

- Indicado pelo insighter Arthur Ottoni

Escultura de Ferrofluido – árvore de natal encontra simbionte alienígena.

Ferrofluido é uma solução de minúsculas partículas magnéticas (em escala nanométrica) suspensas em um líquido, geralmente água ou óleo. Essas substâncias são extremamente sensíveis a campos eletromagnéticos, reagindo a eles de forma impressionante.

Sachiko Kodama, professora associada da Universidade de Eletro-Comunicações de Tokyo, usa estas reações para criar obras de arte futuristas, como as “Morpho Towers – Two Standing Spirals”, vistas no vídeo a seguir. Difícil acreditar, mas o que você vai assistir agora não é computação gráfica.

Ferrofluidos são usados atualmente no selamento de peças mecânicas, na divisão de materiais recicláveis e em diversos outros produtos. Mas com certeza a utilidade mais divertida é a encontrada por Sachiko. Ela já trabalha com ferrofluido há algum tempo, como mostra sua instalação anterior.

Um núcleo magnético, um belo processador e uns quatro baldes de ferrofluido, e você já pode criar seu próprio T-1000. Fantasias vendidas separadamente.

- Vi no Boing Boing

Novo polímero estica e conduz eletricidade – sonho do estilingue elétrico cada vez mais próximo.

Tsuyoshi Sekitani, cientista da Universidade de Tokyo, acaba de anunciar a produção de um novo polímero que é capaz de esticar sem afetar sua capacidade de condução elétrica.

O novo material é feito de nanotubos de carbono misturados em um polímero semelhante a borracha, com linhas de transistores. Os cientistas envolvidos no trabalho acreditam que a principal aplicação da invenção é sua utilização em superfícies curvas e móveis, como juntas robóticas.

Ainda prefiro meu estilingue de fritar passarinhos.

- Vi no Boing Boing

Gelo Quente – pra quem sempre quis ser Bobby Drake.

Pra quem não entendeu a referência, Bobby Drake é o nome do herói Homem de Gelo, dos X-Men. E o efeito desta solução é idêntico ao da cena onde Bobby congela uma xícara de chá no segundo filme.

A solução é mesmo impressionante, e pode ser produzida em casa. É só dissolver acetato de sódio (busque no google) em água quase fervendo, até que o acetato pare de ser absorvido. Depois despeja-se o líquido separado dos resíduos em um copo ou tigela e coloca-se para esfriar na geladeira. Uma vez frio, é só brincar como no vídeo.

ATENÇÃO – A reação química produz calor, e eu não sei dizer o quão quente pode ficar. E não é uma boa idéia deixar o dedo dentro do copo enquanto a solução se solidifica.

O gelo quente é bem útil para congelar aquele pobre Comandos em Ação que “se perdeu na Sibéria” ou, meu preferido, convencer seu primo de 5 anos que você de fato tem super-poderes.

Líquido Não-Newtoniano – nome difícil, diversão garantida.

Se eu tentasse explicar o que um líquido não-newtoniano faz antes de mostrar o video, ninguém iria assistir. Então, pra simplificar, você pode andar sobre ele. Isso mesmo, JC’s style.

Basicamente, um líquido com essas características sofre modificações na estrutura quando recebe pressão, e a área pressionada tem sua viscosidade alterada, ficando “sólida” por alguns segundos. O bastante para você andar sobre ela.
Além disso, líquidos não newtonianos são capazes de outras bizarrices que eu não consigo explicar. O video em seguida mostra, por exemplo, que líquidos deste tipo quando sofrem uma freqüência sonora enlouquecem. Sério, é a melhor forma de descrever.

A melhor parte: você fazer um líquido não-newtoniano com coisas que provavelmente tem na sua cozinha agora mesmo. Basta misturar 1 parte de água e mais ou menos 1 1/2 parte de amido de milho (conhecido aqui como Maizena). E é só isso.

Com um pouco de criatividade e ângulo de câmera certo, já dá pra fazer um belo efeito especial pro seu filme trash sobre bolhas assassinas de marte.


Insigthoquê?

O Insight'o'pedia é um grande amontoado de coisas incríveis que vão despertar sua criatividade. A idéia é simples: se você gostou de um post, comente e diga o que você poderia fazer com isso. Pra ajudar, eu deixo uma cola no final de cada post, mas o legal é soltar a mão e deixar a criatividade voar.

E se você viu alguma coisa legal e quer enviar pra cá, é só mandar a url para pedrodrable@gmail.com. Prometo ler tudo, responder e, se for legal mesmo, postar com créditos no site!

Páginas

outubro 2014
S T Q Q S S D
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.